Caio pra dentro de mim!
Com a vertigem
dos que aprendem em queda livre
Já que tudo mudou, mudou, tão de repente
E o ar, em suspensão
só aos poucos me traz a minha lucidez
Passado o tempo do baque
Superar, me religar com voz que vem de dentro e grita! grita!
Que depois da tanto tempo
sangue, sirenes, quartos surdos enfim
Todas as transformações !
E é ela que cresce pra eu continuar a ser quem sou
Que o filme da vida passou e eu fiquei pra ver o fim (2x)
Pra ver o fim
Até o fim!!
Sai do escuro e vem te ver assim! (4x)

Caio pra dentro de mim!

Caio pra dentro de mim!
Com a vertigem
dos que aprendem em queda livre
Já que tudo mudou, mudou, tão de repente
E o ar, em suspensão
só aos poucos me traz a minha lucidez
Passado o tempo do baque
Superar, me religar com voz que vem de dentro e grita! grita!
Que depois da tanto tempo
sangue, sirenes, quartos surdos enfim
Todas as transformações !
E é ela que cresce pra eu continuar a ser quem sou

Que o filme da vida passou e eu fiquei pra ver o fim (2x)
Até o fim!!
Pra ver o fim
Até o fim!!
Sai do escuro e vem te ver assim! (5x)