Olhos negros rasgando a madrugada...
Gritos no silêncio - uma mão que afaga.
Teu sorriso, tua dor - algo inesperado...
Frio e calor num paraíso muito almejado.

Incendeia! Me traz a luz...
...que ilumina as ruas, o mar e a areia

Corpos delirantes sob o brilho da lua...
Alheios à tudo, à mercê da chuva.
Criando novos mundos, dissipando incerteza.
Alheios à tudo, sua própria correnteza.

Incendeia! Me traz a chama...
...que consome a dor, a angústia e a lembrança.