Muito bem Noel, eu sou o Batista
Por isso é bom vim me escutar
Seu positivismo sem filosofia
Teu samba precisa é de oração

Isabel anda distraída
Do teu samba Noel
É um corre corre na avenida
De olho na novela que
Vai começar

O Paulinho avisou
Ainda tem mais
Tem gringo tropegando na avenida
Pagando pra ser bamba
Pagando pra melar
Teu samba Noel

Mas bem que tu
Podia crer
Nessa tal da reencarnação
Pois talvez meu caro
Tenha que descer
Tem rapaz folgado no salão

Botequim anda diferente
A conversa acabou
O feitiço anda indescente
Pro samba que você Noel
Me convidou

Com que roupa que eu vou
Sou marginal
Gaguejo apaixonado a melodia
Andando na corda bamba
Tentando alcançar
Teu samba Noel

Me empreste aquele seu casaco
Pra uma briga eu comprar
Este samba vai pagar o pato
Quem dera como tu Noel
Fosse o Tarzan

Mas eu vou encarar
Por você Noel
Teu samba que pisa no morro
Engole raivoso um tal de pancadão.